EDUARDO TEIXEIRA QUER 2.400 LUGARES DE ESTACIONAMENTO GRATUITOS

O candidato do PSD à Câmara Municipal de Viana do Castelo, Eduardo Teixeira anunciou esta quarta-feira, em

conferência de imprensa que, caso seja eleito a 29 de setembro, pretende “criar 2.400 lugares de estacionamento

gratuitos”. Esta proposta tem como finalidade “dinamizar o comércio local, bem como, permitir à população um

acesso mais rápido e sem custos aos vários serviços que, frequentemente, tem que se dirigir, como Finanças,

Biblioteca e Câmara Municipal, entre outros”, apontou Eduardo Teixeira.

“A nossa ambição não é ter dois dias por semana e umas horas à noite”, sublinhou e prosseguiu, referindo que,

“(…) é possível, com pouco investimento, criar 1.200 lugares gratuitos, 24 horas por dia, sete dias por semana,

no centro da cidade”.

Eduardo Teixeira explicou que só no casco histórico podem ser criados, com meios da Câmara, 1.200 lugares

gratuitos à superfície, dos quais 300 resultariam da desativação dos parquímetros.

Os restantes 900 lugares seriam obtidos através do "redesenho das acessibilidades" à cidade e "alterações de

trânsito e sinalização em 24 artérias".

Ainda na cidade, mas entre a marginal e a periferia do centro histórico, é possível a criação de mais 1.222

lugares de estacionamento gratuito, nomeadamente com a abertura do atual parque do Centro Cultural de Viana

do Castelo (240 lugares), com reorganização dos terrenos junto a uma das marinas da cidade (342) e pela

criação de novos espaços junto à marginal (160). Os restantes 480 lugares seriam obtidos através de

deslocalização, que Eduardo Teixeira também propõe, do Horto Municipal para outra freguesia do concelho.

"Além de criar uma nova centralidade ao libertar este espaço, seria possível associar, por exemplo, uma quinta

pedagógica ao horto, numa outra freguesia ", frisou Eduardo Teixeira.

Em toda a cidade funcionam vários parques de estacionamento subterrâneo privado, com mais de 3.000 de

estacionamento pago e explorados por dois concessionários. Contudo, a falta de estacionamento gratuito tem

sido apontada, várias vezes e por diferentes setores, como o maior problema de Viana do Castelo.

A Câmara Municipal pôs fim ao estacionamento gratuito na zona da feira, no Campo d’Agonia. Este espaço foi

requalificado para terminar com o estacionamento gratuito à superfície e, até final deste mês, o estacionamento

lá está restrito (com semáforos e outra sinalética).

O parque de estacionamento do Centro Cultural, localizado na frente ribeirinha, tem 240 lugares e está interdito

à população.

“Criar uma nova acessibilidade junto ao parque infantil e à Biblioteca Municipal, facilitará em muito os pais

que diariamente acompanham os seus filhos ao parque infantil ou à Biblioteca Municipal, por exemplo”,

revelou o líder social-democrata.

No estudo realizado pelo PSD foi ainda identificada a possibilidade de criar um parque para 30 autocarros, a

utilizar em regime de rotação, para "captar" os mais de 1,5 milhões de turistas que anualmente visitam o

santuário de Santa Luzia e que acabam por não passar pela cidade, devido à "falta de lugares de

estacionamento".