EDUARDO TEIXEIRA VISITA ?E-SHIP 1?

Empresa em crescimento notável na regiã

O deputado à Assembleia da República na Comissão Parlamentar de Economia e Obras Públicas, pelo PSD,  Eduardo Teixeira visitou esta terça-feira, dia 01 de abril, o navio “E-Ship 1”, da multinacional ENERCON. 
“Trata-se de um cargueiro especial, dado que é o primeiro navio no mundo movido por fonte híbrida”, disse Eduardo Teixeira, que sublinhou ser “um orgulho não só para Viana do Castelo, como para toda a região do Alto Minho, possuir uma empresa em constante crescimento, progresso e que tem criado muitos postos de trabalho, sobretudo, para quem cá mora”. 
O navio da ENERCON está a carregar torres de aerogeradores, produzidas pelas unidades instaladas na cidade. Segundo fonte da empresa, a embarcação parte hoje para Gent, na Bélgica, com cerca de 3.700 toneladas de 
componentes produzidas nas fábricas, em atividade no concelho de Viana. 
O “E-Ship 1” é o primeiro navio da ENERCON, que utiliza o vento e cuja finalidade é diminuir os custos do combustível, com uma redução na ordem dos 40% e, ao mesmo tempo, reduzir as emissões de poluentes. 
Possui 130 metros de comprimento, 22 de largura e 10 metros de calado. O “E-Ship 1” usa quatro rotores de 25 
metros de altura e quatro de diâmetro que, auxiliados por motores elétricos, aproveitam o vento. 
Em 2011, a ENERCON foi considerada uma das melhores empresas, no ranking de 2011 da Revista Exame. 
“Este é um grande exemplo de uma empresa com um crescimento notável, de uma empresa competitiva, com 
uma percentagem de exportações significativa e que nos indica um crescimento sustentado na região”, refere o deputado. A ENERCON é constituída por um consórcio liderado por capitais alemães. Foi, até agora, distinguida duas vezes como a melhor empresa no setor de material elétrico e de precisão. 
O projeto industrial da ENERCON em Viana do Castelo surgiu no âmbito do “Concurso para atribuição de injeção de potência na rede do sistema elétrico de serviço público para energia elétrica produzida em centrais eólicas”, lançado pelo Governo em 2005. Nesta saiu vencedor da FASE A, com a atribuição de 1200 MW de potência, o Consórcio ENEOP Eólicas de Portugal, constituído pelos Promotores EDP Renováveis, Finerge, Grupo Generg e Térmica Portuguesa e pela ENERCON, enquanto parceiro tecnológico. 
Este projeto industrial, localizado no Parque Empresarial da Praia Norte, permitiu criar mais de 1.400 empregos diretos nas suas unidades, na região do Alto Minho. No Parque Empresarial da Praia Norte encontram-se a Fábrica de Pás de Rotor e a Fábrica de Torres de Betão. Em Lanheses, no Parque Empresarial, está implantada a Fábrica de Geradores e Mecatrónica. 
É de salientar que, a ENERCON é uma das empresas líderes mundiais no setor da energia eólica e líder no mercado alemão há muitos anos. Trata-se da maior empregadora privada da região do Alto Minho.