Viana do Castelo precisa renascer.

“A cultura está acima da diferença da condição social.”

Confúcio, (551 a.C. - 479 a.C.), filosofo chinês.

 

Viana do Castelo precisa renascer.
Sendo uma cidade de enormes potencialidades, devemos procurar rentabilizar o que de melhor ela tem para nos oferecer.

Precisamos atrair e cativar as nossas pessoas para as ofertas da cidade, pois se nada temos para lhes oferecer, elas com certeza não terão disponibilidade para contribuir para a nossa economia mas sobretudo, não terão poder de escolha nem alternativas para o devido e tão escasso enriquecimento cultural, factor importantíssimo e preponderante na moldagem e formação intelectual de cada um de nós.

Mesmo com a actual situação do país, é necessário e possível criar um investimento criativo, pensado para as pessoas, diversificado e acessível a todos os Vianenses, sem nunca colocar em causa a estabilidade financeira da entidade gestora, a Câmara Municipal.

Teremos de seguir os bons exemplos espalhados por todo o mundo, sendo suficientes os exemplos a nível nacional, nos quais se potencia a economia através da programação cultural, onde rentabilizam-se e promovem-se os nossos recursos de excelência, alguns provenientes das nossas escolas, aliados a empresas e instituições de turismo que poderão canalizar o turismo existente e futuro, muito deste vindo do exterior, de forma a criar um ciclo rentável e de prospecção económica, sem nunca esquecer o motivo preponderante, o enriquecimento intelecto-cultural do Vianenses.

Carlos Tony Gomes
2 de Agosto de 2013